21 de julho de 2024

Peça infantil aborda desperdício de água neste sábado em Salto

Uma a cada cinco crianças não têm acesso garantido à água potável, de acordo com a Unicef. O espetáculo Acabou a água do mundo, e agora? convida as crianças a conhecerem um planeta sem água e a necessidade da preservação, com as descobertas dos irmãos Tonico e Tinoco.

A peça, que tem entrada gratuita, acontece no dia 12 de junho, às 19h, na Sala Palma de Ouro, em Salto (SP). Para assistir, é necessário obter o ingresso online, mediante cadastro.  História Tonico e Tinoco viviam suas vidas tranquilamente, sem a menor preocupação com a água. Certo dia, eles acordam em um ambiente assustador, com cheiros horríveis, temperaturas elevadas, ar seco e o pior: sem um pingo de água. O desenrolar dessa história vira uma verdadeira aventura, em que se ensina ao público sobre o uso consciente do recurso, sua importância na higienização – inclusive, na hora de prevenir doenças, como é o caso da covid-19 –, e como pequenas ações cotidianas podem fazer toda a diferença. O enredo é construído de forma divertida e interativa, com brincadeiras, músicas e bate-papo.

Além disso, os espectadores ganharão um livreto, que traz mais informações e dicas de preservação da água. O tema é tão relevante, que figura entre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável  desenvolvido pela ONU, com propósito de, até 2030, garantir uma distribuição universal e equitativa de água. Um futuro sem água, como na peça, é um risco real que virá sem aviso, por isso o espetáculo vem com uma proposta educativa. Ingressos Para quem quiser assistir, é preciso se cadastrar online, neste link, e apresentar o QR Code na data do evento.

Vale lembrar que, devido à situação do coronavírus, a Sala Palma de Ouro opera com 40% da capacidade de público. O uso de máscara também é obrigatório, assim como a aferição de temperatura corporal e o cumprimento de todas os protocolos de higienização do evento, estabelecidos aqui.  A classificação é livre, porém, a atração é recomendada para crianças de 4 a 7 anos de idade. Acabou a água do mundo, e agora? é um espetáculo viabilizado pelo Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, via ProAc ICMS (Programa Estadual de Apoio à Cultura), com patrocínio da Tuberfil.

O projeto é realizado pela Rekriarte com coprodução da D’color Produções Culturais. Ambas são empresas que assessoram, planejam e executam projetos culturais para o desenvolvimento social, em parceria com instituições, produtoras e artistas dos mais diversos segmentos. A Sala Palma de Ouro fica na rua Prudente de Moraes, 580, Centro, Salto (SP). TUBERFIL Fundada em 1966, a Tuberfil é um dos principais fabricantes de tubos de aço e peças tubulares do país, e opera com três unidades fabril no Brasil. Certificada com o selo de qualidade ISO 9001, a Tuberfil atua em diversos segmentos de mercado, entre eles montadoras, sistemistas, sucroalcooleiro, autopeças, construção civil e equipamentos. Acabou a água do mundo, e agora?

Elenco: Júlia de Oliveira Silva (Mãe Dona Inezita, Sabiá Bia, Professora Dani), Pedro Henrique Martins (Tinoco, Sapo Tião), Marcello Pedroso Palermo (Tonico, Sapo Nico) | Direção Cênica: Daniela Melo | Direção Geral: Roberta Melo | Produção Executiva: Marco Antonio Cruz Filho | Produção: Rekriarte e Dcolor Produções Culturais 

Raphaela Vitiello

INFLUENCER E JORNALISTA

Raphaela Vitiello é uma jornalista, com 24 anos de idade e formação em jornalismo pela renomada PUC. Sua trajetória profissional é marcada por experiências enriquecedoras em diversos meios de comunicação, onde pôde aprimorar suas habilidades e conhecimentos desde o início de sua carreira quando começou as exercitar a profissão aos 13 anos. Atualmente, Raphaela Vitiello integra a equipe da VTV, uma afiliada do SBT em Campinas e com sua paixão pela comunicação e dedicação ao seu ofício, continua a se destacar como uma profissional promissora e comprometida em informar e inspirar o público, deixando sua marca no cenário jornalístico regional.